Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017  Home   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
Famílias no debate
2005-12-5

O caso do director geral da empresa municipal Parque Desportivo de Aveiro PDA, Miguel Lemos, é uma pedra na engrenagem da nova maioria de que se conta livrar sem grandes despesas.

Este é um caso que será esquecido depressa ou dará azo a levantar outros e quem está mais a servir aos socialistas para responder ao ataque da coligação é Ulisses Pereira, o líder da concelhia do PSD que negociou a lista única com o PP e é o novo presidente do Conselho de Administração da PDA . E, quando pela primeira vez apareceu Alberto Souto em cena, depois da noite das eleições autárquicas, em defesa de Miguel Lemos, num artigo publicado no Diário de Aveiro com o título «Hienas e abutres», o ex-presidente também se refere a Gilberto Ferreira, por ser irmão do vereador Pedro Ferreira.

Discordando ou não de Miguel Lemos entrar em funções como director-geral a uma semana das eleições, mais um ou menos um euro no ordenado, a coligação não o desejaria no cargo. Primeiro, porque durante a campanha eleitoral para as autárquicas disse que se fossem outros a ganhar a Câmara e não Alberto Souto, seria a «estagnação». Depois, há a desconfiança de favorecimento no concurso da entrada de capital privado na PDA, cujo concurso foi ganho pela Visabeira.

Mas se a maioria insistir, o PS responderá com outras nomeações políticas.

Mas o PSD, que agora está no poder não é o dos social-democratas que estiveram na Câmara, embora na oposição, de Ângelo Ferreira, Domingos Cerqueira, Joaquim Marques. É o de Ulisses Pereira, com mais experiência política do que os outros e que nos últimos tempos tem tido sucesso. A Ulisses pode ser atribuída a grande parte do desgaste sobre Souto. E se os dois se confrontaram antes, o conflito irá manter-se porque o socialista já deu o mote. Respondendo à contestação sobre Miguel Lemos e às críticas do apoio à sua contratação, Alberto Souto diz que chegaram os «abutres e as hienas» além de tornar público que a coligação colocou Gilberto Ferreira como vogal da PDA, sendo irmão do vereador Pedro Ferreira. Mas a maioria insiste e, num artigo de opinião de Manuel Prior, publicado no Diário de Aveiro, o segundo secretário da Mesa da Assembleia e que tem acompanhado Ulisses, responde que a esposa de Alberto Souto teve uma «simpática avença na SIMRIA».

Habituem-se

De quase todos se fala menos… do presidente da Câmara, Élio Maia. Pelo telemóvel, em contacto directo, o autarca raramente responde a perguntas dos jornalistas. Em sessões públicas dá a palavra aos vereadores e a condução dos temas e iniciativas. O remédio é um «habituem-se…!» mas o pior para Élio Maia será a ideia de que não fala mesmo, e passar a ser ignorado.

J á se ouviu dizer que ele passará a falar mais a partir de 31 de Dezembro, o que veremos. Contudo, os temas não deixam de ser abordados. Os vereadores cedem à entrevista, à pergunta, embora de uma forma curta.

No Executivo quem se destaca mais é o número dois da Câmara, Capão Filipe, que agora, no poder, vem mais ao de cima a pose altiva e uma predisposição enorme para dar grandiosidade a tudo e uma expressão fantástica a cada assunto.

João Peixinho

Enviar por email  Imprimir
ROBOTS
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind