Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017  Home   
 
Recomende este site
DesportoAveiro
TUBO DE ENSAIOI -A VIDA DE MARIA EM CONSTRUÇÃO
2004-1-13

E quem é vivo sempre aparece! Cá estou eu para cumprir a promessa que vos fiz na última edição. Graças a Deus, a minha tia percebeu que, dores à parte, tudo são oportunidades na vida. Mesmo a mais dolorosa separação. Nisso a morte é implacável, e é sempre lição de vida. Mas, o meu tio não morreu, está vivinho da silva. Trocou a minha linda e dedicada tia, não por uma chavalinha como faz a maioria dos homens, mas....pasmem: por uma viúva com cinco
filhos!!!

A minha tia nem queria acreditar, depois de uma vida tão sossegada, agora isto!!
Mas não há nada como o realmente, e quando existem lições por dar, a vida manifesta-se tal qual é: Viva!

Primeiro a angústia dela foi enorme, depois a fase da raiva em que sonhava em como haveria de apertar-lhe o gasganete. Por fim entendeu aquilo que eu sempre lhe procurei mostrar. Que ninguém nasce só para poder casar. A união é apenas uma pequena parte do processo. E esse processo é bem mais maravilhoso do que aquilo que supomos. E, quando nos acomodamos, a vida que está viva, dá um ar da sua graça e força-nos a encará-la de outra maneira, mais adequada a si, que é eterna, mutante, rica e diversa.

E eu sorrio, satisfeita, ao vê-la tratar de si com amor, a sair de novo à noite, a descobrir sozinha que afinal há ainda muito que fazer. As velas não se apagaram lá por casa, mas eu sei que a fé que as acende agora é outra. Mais sublime, mais serena, de acordo com um coração que se encontra, passada a tormenta, confiante e tranquilo.

Quanto a mim, fiz o mesmo. Ouvi uma voz interior que me dizia que ser-se corajoso
não é encabeçar uma frente de batalha para derramar sangue inocente. A verdadeira coragem tem roupagem fina, e diz-nos para reconhecermos a nossa responsabilidade sobre a própria vida, assumi-la e fazer dela a realização pessoal dos nossos sonhos.
Isso é que é coragem. Genuína.

Assim sendo, a minha carta de despedimento vai a caminho. Bem sei que a minha empresa é sólida, que estou efectiva e o mercado está em apuros, mas os meus
sonhos têm o condão mágico da fé, e eu não estou à espera de facilidades, mas sim de alegria! O resto vem por acréscimo.

E um dia vou olhar para traz e sentir por mim um amor maior que aquele que hoje sinto. Nesse momento estarei finalmente preparada para amar o mundo. Essa é segundo as minhas crenças mais sublimes a obrigação de todos nós.

Maria

Enviar por email  Imprimir
Entusiasmados
Questionário
Sim
Não


 Home  | Aveiro  | Negócios  | Desportos  | Agenda  | Fora de Casa 

hosting e produção Digitalwind